Blog

Sete dicas de marketing (com baixo investimento) para pequenas empresas

Se existe algo em comum entre as pequenas empresas, é a vontade de crescer e se desenvolver. Para isso, todas elas terão que investir na divulgação de suas marcas, produtos ou serviços. Mesmo existindo uma infinidade de ramos de negócios, com diferentes formas de abordagem junto ao cliente, listamos aqui, sete dicas de marketing infalíveis para reforçar o marketing de empresas com pequeno e médio porte:

1 – Trabalhe com um planejamento anual de marketing.

Tão importante quanto o plano de negócios de sua empresa ou o planejamento tributário, uma estratégia bem definida de marketing ajuda a diminuir a margem de erro em ações tomadas ao longo do ano além de nos dar uma visão geral de cada etapa de trabalho. Uma análise da concorrência e um estudo dos hábitos de consumo de seus clientes podem influenciar no desempenho de vendas no final do período. O ideal é delegar cada função do plano a uma pessoa específica. Além de exigir maior comprometimento da equipe, esta atitude demonstra confiança da empresa em relação a seus colaboradores.

2- Invista na construção de sua marca.

Mesmo que a proposta de sua marca não seja ser conhecida de forma global, invista fortemente no mercado em que você atua. Um logo que transmita solidez e profissionalismo, fachada, uniforme dos colaboradores, padronização do ambiente de trabalho, folhetos e catálogos que auxiliem sua equipe e clientes a entenderem a real proposta de sua empresa são itens que não podem faltar na sua comunicação.

3 – Mantenha-se atualizado.

Além acompanhar o movimento do mercado e estudar os hábitos dos consumidores, busque sempre uma qualificação técnica nas áreas de Marketing ou Administração. Para quem não possui uma graduação nessas áreas, o Sebrae e o SENAC oferecem algumas opções de cursos técnicos de curta duração que irão lhe dar o suporte necessário na hora de preparar sua estratégia de ações. Vale a pena o investimento.
Dicas de leitura: Philip Kotler e seu livro Administração de Marketing. Caso o foco seja serviços, a dica é ler Marketing de serviços: pessoas, tecnologia e resultados, de Lovelock e Wirtz.

4 – Utilize sua rede de contatos.

Invista em network. É provavelmente a ação de marketing mais barata que existe. Fique atento às pessoas com quem você se relaciona no clube, no happy-hour, em reuniões de amigos, no jogo de tênis, etc. Lembre-se que o cliente que você deseja atender, já é cliente de alguém e pode estar a apenas uma
indicação de sua empresa.
Regra de ouro para esta dica: bom senso e muito cuidado na forma de abordagem para não parecer indelicado. Prepare o terreno e espere o momento certo para falar de negócios. Nem precisa dizer para ter sempre à mão seus cartões de visita.

5 – Crie sua presença digital.

Se sua empresa ainda não tem uma página na Internet e perfil atuante nas principais redes sociais, é hora de rever suas prioridades. A cada dia mais e mais pessoas interagem com os produtos que consomem, comentam, compram, reclamam, elogiam e nos fornecem um mar de informações gratuitas sobre seus hábitos de consumo. As redes sociais são também uma ótima referência para melhorar produtos ou serviços ou ainda fazer ajustes na estratégia de marketing e aproveitar oportunidades pontuais de vendas ou fixação de marca.

6 – Jamais abra mão do bom atendimento.

De nada adianta seguirmos à regra todas as dicas acima se falharmos no estágio final do processo. O atendimento ao cliente é uma das peças fundamentais do seu negócio, independente de seu ramo de atuação, seja presencial ou por telefone. Portanto, invista em treinamento, incentivos e boas condições de trabalho para a equipe que estará em contato direto com seu bem mais precioso: o seu cliente.

7 – Utilize métricas de retorno de marketing

Você já deve ter ouvido falar que para se medir os resultados de marketing são necessários relatórios, pesquisas e métodos complexos para se chegar a um número confiável. Porém é possível fazer esta avaliação com métricas bem mais simples e de fácil manipulação. Antes de iniciar uma ação, coloque em uma planilha os números atuais de consumidores, volume de vendas e tamanho de sua fatia de mercado. Depois de realizada a ação, faça uma comparação com os números atuais e teremos uma avaliação preliminar de resultados. Apesar de não ser tão precisa quanto os métodos tradicionais, esses números servirão como base para novas ações da empresa.

Lembre-se, consulte sempre seu Departamento de Comunicação ou um Consultor de Marketing antes de tomar qualquer atitude em relação a exposição da marca de sua empresa.


Rogerio Moreira é fundador da AgênciaPop Propaganda, de Campinas/SP, Publicitário, Jornalista, Consultor de Marketing, Blogueiro e Especialista em Comunicação pela FGV.

+ Artigos